Aproximadamente 40 casas continuam inundadas e 20 estão em área de risco em Janaúba

Aproximadamente quarenta casas continuam inundadas e outras 20 estão em áreas de risco após as chuvas que ocorreram nos últimos dias em Janaúba, no norte de Minas. A informação foi confirmada ao G1 pela prefeitura na manhã desta quinta-feira (14). O vice-prefeito, Elton Freitas Menezes (PDT), explicou que o alagamento foi causado pelo aumento do volume da Lagoa dos Algodões, que recebe água de vários córregos, e que a drenagem natural do terreno não suportou o volume d’água que represou, principalmente, nas partes baixas. As casas atingidas fazem parte do programa federal, “Minha Casa, Minha Vida”.

Sessenta e seis famílias catalogadas nas regiões do Residencial Dona Lindu e Bairro Jardim das Acácias estão abrigadas em casas de parentes e em uma creche infantil disponibilizada pela prefeitura. O Centro Comunitário do Bairro Dona Lindu e o Centro Paroquial Paulo também acompanham as famílias.

“Não tínhamos notícias de um alagamento assim há mais de 20 anos. Conversamos com as famílias e explicamos o risco delas ficarem na região porque onde os moradores estão é passagem de água. Pelo menos 50 famílias já desocuparam os imóveis. Em alguns pontos, a água ultrapassou o nível da janela. Além do abrigo, a prefeitura também tem disponibilizado o benefício de aluguel social”, disse. O vice-prefeito informou que o residencial foi construído em 2012.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), de domingo (10) até esta quarta (13), choveu em Janaúba 174,4 mm. A prefeitura registrou um boletim de ocorrência registrando os danos da inundação. Os moradores perderam documentos, móveis, eletrodomésticos, roupas e mantimentos.

“Estamos tomando as primeiras providências de apoio às famílias e análise de risco. Quanto ao retorno destas famílias – e se elas voltarem para o local – ainda não temos previsão. Estamos estudando uma forma de drenar a água, mas é difícil por que ali e uma bacia natural. O escoamento da região é bem complexo e tem de ser planejado para não atingir os bairros vizinhos”, complementou Elton Freitas.

Dente Grande

Na segunda-feira (11), 400 famílias ficaram ilhadas na extensão do Bairro Dente Grande após a rua de acesso ao bairro ficar interditada por conta da água das chuvas do final de semana. Nesta quinta-feira (14), o Corpo de Bombeiros explicou que a situação da rua já foi normatizada.

“Como o tempo estiou, a situação está mais tranquila, inclusive, nas demais regiões. Na rua de acesso à extensão do Bairro Dente Grande tem pouca água e já é possível passar com carro de passeio. Apenas nos bairros Jardim das Acácias e Dona Lindu não houve escoamento das águas”, disse o tenente dos bombeiros, Farley Michael Antunes Silveira.

Até a publicação desta matéria, a prefeitura não confirmou se foi feito decreto de calamidade. O G1 também procurou a Caixa Econômica para comentar sobre a situação do Residencial Dona Lindu, mas, até a publicação desta matéria, não houve retorno.

Por G1 Grande Minas

Deixe um comentário