Polícia informou que embalagens dos produtos apresentavam caracteres em desacordo com a legislação — Foto: Divulgação/PRF

Um homem foi detido por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) quando dirigia um caminhão-baú pela BR-116, na região de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, contendo 650 kg de agrotóxicos falsificados. O caso ocorreu no sábado, no KM 830 da rodovia.

Segundo a polícia, o suspeito foi abordado em uma ronda de rotina e relatou que transportava diversas mercadorias que foram embarcadas de São Paulo. Quando foi pedido para apresentar os documentos de porte e nota fiscal da carga, ele apresentou o documento de defensivos agrícolas da cidade mineira de Uberlândia, o que despertou suspeita nos policiais.

Os policiais desconfiaram ainda mais porque, na verificação dos produtos, viram que a escrita de alguns rótulos estava inelegível e outros estavam com caracteres de impressão fora do padrão e em desacordo com a lei que regulamenta rotulagem e armazenamento.

Os agentes, então, entraram em contato com a empresa indicada como produtora do inseticida que estavam em caixas embalagens plásticas, e identificaram que o produto era falsificado.

O homem afirmou ainda que não possui curso para transporte desse tipo de material, além do veículo não ter nenhum elemento que identificasse que ali havia produto perigoso, exigidos pela legislação.

O motorista foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil para a adoção dos procedimentos legais e poderá responder pelo crime de produzir, comercializar, transportar, dar destinação a resíduos e embalagens vazias de agrotóxicos, seus componentes e afins.

Cargas com álcool apreendidas

Caminhões com álcool foram encaminhados ao posto da Sefaz; material seria vendido sem cobrança de impostos — Foto: Divulgação/PRF

Uma equipe da PRF apreendeu também três carretas que transportavam 125.139 litros de álcool de maneira irregular pela mesma rodovia, na madrugada deste domingo (30). De acordo com o órgão, os motoristas apresentaram nota fiscal do produto partindo de Santa Vitória (MG) com destino a São Paulo. Mas Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, não faz parte do itinerário citado pelos suspeitos.

Os policiais verificaram que as notas apresentavam indícios de crime de sonegação fiscal. E após a verificação, foi constatado que o álcool seria entregue no estado do Ceará e seria comercializado sem o recolhimento dos impostos.

Os motoristas, os veículos e os materiais apreendidos foram encaminhados ao posto de controle fiscal da Secretaria da Fazenda (Sefaz-BA), em Vitória da Conquista, para que fosse feita a apuração das irregularidades e as verificações dos tributos devidos.

Por G1 BA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui